Canada

Cheguei ao Canadá dia 23/03/2010 as 05:45 da manha.

Ainda no aeroporto do Brasil, depois de ter entrado para o embarque coloquei meu ipod e comecei a dançar num cantinho. Uma meia hora depois brinquei com a contato então o embarque começou.

O vôo foi tranquilo, com apenas algumas turbulências. Conheci uma brasileira chamada Patrícia que vive em Montreal a 3 anos.  Conversamos sobre Brasil, Canadá e etc. Ela é advogada, tem três filhos 15, 17, 19 e o marido trabalha com TI. Ela veio conversar comigo porque me viu dançando.

Durante o vôo assisti dois filmes, Ninja Assasin e Astro Boy. Dormi e li Eldest também.

Logo que cheguei percebi que a família que iria ficar não se encontrava no aeroporto. Após 20 minutos resolvi ligar para Madelyn, uma amiga da família na qual realizei todo o contato via email. Tentei usar o orelhão pagando com meu cartão de crédito (sim isso é possível), mas não deu certo.

Após alguns momentos pensando tive a idéia salvadora, liguei o note e achei uma rede wireless. Através do Skype tentei ligar para a Madelyn, mas deu apenas caixa postal, tentei também ligar para a residência onde iria ficar, mas apenas chamava. Deduzi que eles estavam a caminho.

Uma canadense que pegou o mesmo vôo que eu, passou por mim e me parabenizou pela dança lol.

Se passado meia hora ninguém havia chegado ainda, tentei ligar novamente para Madelyn e a casa, mas a resposta fora a mesma nos dois casos. Liguei para meus pais avisando que já havia chegado, mandei uma mensagem para o Fabio e liguei para a Lara também.

Depois de avisar a todos tentei mais uma vez e desta vez a Madelyn atendeu, disse para não me preocupar, pois já estavam chegando. Ela perguntou onde eu estava, disse que estava no desembarque portão C.

Como havia conseguido falar com alguém fiquei aliviado, peguei meu ipod soltei umas musicas de poping e dale eu dançando no aeroporto internacional de Toronto lol (para quem não sabe lol = muitas risadas)….

A família então chegou, vieram o pai e a mãe, Junior e Edna. Eles são uma família de imigrantes Filipinos que estão no Canadá a 25 anos. Nos conversamos um pouco. Disse que era minha segunda vez em Toronto, que estava aqui para tentar trabalhar e continuar meu treinamento em Trampolim Acrobático. Falamos um pouco também sobre o Brasil, a língua e etc.

No processo de ir até o carro eu senti finalmente o clima do Canadá. Dentro do aeroporto existe o aquecimento, ao sair no estacionamento o frio bateu, estava cerca de 2 graus. Estava vestindo uma blusa, cachecol, chapéu e calca jeans. Como logo entraríamos no carro não houve problemas.

Durante a viagem conversamos pouco, fiquei observando tudo aquilo que já havia visto um dia.

Chegamos então a casa da família, que por sinal realmente era a casa que tinha visto pelo google maps. O endereço é 1 Enid Crescent, Toronto Ontario.

A casa possui dois andares, o andar de cima fica para os estrangeiros e o filho mais novo do casal. Os nomes eu ainda preciso me lembrar lol. Existem dois coreanos na casa e agora um brasileiro. Meu quarto é grande, muitos armários, gavetas, espaço de sobra para minhas coisas.

Desempacotei tudo e dormi até umas meio dia. Almocei dois pequenos lanches de pão com chedar e peperoni, estavam bem gostosos. Edna deixa varias comidas na cozinha, então se sentir fome é só pegar e comer. Acho que desta vez não passo fome lol.

O filho mais novo que ainda vou lembrar o nome, me deu a chave de casa. Me troquei e fui dar uma volta no bairro. Estava com a mesma roupa do aeroporto. Ao redor da casa existe bastante comercio, lavanderia, loja de conveniência umas 3, mercado, pizzaria umas 2, banco e etc.

O frio pegou, minha orelhas congelaram pareciam duas pedras. A blusa deixa vazar algum vento. Voltei para casa vesti uma blusa fina por baixo da outra, troquei o chapéu por um gorro.

Sai e fui para o metro não passando frio desta vez. Comprei o ticket diário que me permite usar metro e ônibus avontade durante o dia. Fui até Eaton Center. é um shopping localizado na estação Dundas do metro. Fui até lá para visitar duas lojas o Best Buy e o Future Shop. Olhei os computadores e não encontrei nenhum que era do jeito que queria.

Voltei para casa e pesquisei no site da Dell, então achei um computador do jeito que queria (quad core, 4 gb de ram , 1gb de video , 500gb de hd), por apenas 1300 dólares.

Mandei email para meus dois SiBaks (tio mais velho kung fu), Sunny Tung que não conheço e Nelson Chan que da outra vez que estive no Canadá eu o conheci. SiBak Nelson me respondeu e pediu para ir visitá-lo na terça feira que vem as 20h, para fazer aula até as 21 e 30 e depois irmos jantar.

As 19:40 sai de casa para ir visitar Jacinda e Stephen no Just Bounce (o lugar onde irei treinar trampolim). Cheguei lá e descobri que Stephen havia viajado no mesmo dia pela manha, foi para florida com o time para uma competição. Jacinda estava no escritório junto com seu filho que nasceu no dia 10/10/2009. O nome dele é Calleb, ele se parece muito com Jacinda.

Ela ficou surpresa de me ver, pois tinha esquecido que chegaria hoje. Eu entreguei o café e o doce de leite para ela e a convidei juntamente com Stephen para ir a um restaurante de comida brasileira chamado Rio 40 Graus.

No ginásio havia uma técnica chamada Jennifer que da última vez tinha ido ensinar trampolim na Austrália e estava de volta.

As 21h Jacinda me levou para o metro e vim para casa.

Chegando em casa jantei um tipo de lamem (macarrão oriental) com bisteca!!!!! Essa para mim foi novidade, da outra vez eu quase não comi carne vermelha.

Este foi o 1 dia no Canadá.