Archive for the ‘ Trabalho ’ Category

Working day I and II

03.31.2010

Preocupado com a hora acordei de hora em hora a partir das 4 da manha, pelo menos não perdi a hora. Levantei as sete e vinte e tomei café, pão vindo da torradeira com manteiga e chocolate quente. Como não vi o almoço preparado, peguei um tapawer e coloquei um lanche feito de pão bagon com chedar e um pedaço de bolo de sobremesa. Levei também um daqueles pães recheados com yami. Quando fui ver a hora estava atrasado, já eram 8 horas. Me arrumei correndo peguei minhas coisas e sai, quando estava na porta a Edna me deu o almoço um lanche de presunto com umas verduras e maionese.

Cheguei as 8:40, eu teria que estar lá as 8 e 45, mas tinha me programado para chegar às 8 e meia, no final deu certo. O trabalho era tomar conta de um grupo de crianças durante a manha, a idade deles se enquadrava entre 5 e 7 anos e nome dessa categoria é Bouncing Bunnies. Na turma tinha as seguintes crianças:

  • Naomi
  • Abbey
  • Nicole
  • Mirian
  • Katie
  • Tunner
  • Shane (menino)

A Naomi era a mais nova tinhas 5 anos, a Katie tinha 7 e os demais 6. Havia outra turma do Krazy Katz que tem crianças até 10 anos, esta turma estava sobre a supervisão de James.

Começamos o dia às 9 horas com brincadeiras para aquecer. A primeira foi Tag Tunnel, seria algo como pega-pega túnel. Quando alguém é pego, deve ficar apoiado com as duas mãos e os dois pés no chão formando um túnel, qualquer pessoa livre que passar por baixo liberta a pessoa pega. Depois de 10 minutos as crianças estavam entediadas e James simplesmente fala para todos me ouvirem que iria explicar o próximo jogo. Agora começou a parte difícil, primeiro que estava com medo de falar com as crianças e elas não me entenderem, segundo porque não sabia que brincadeira explicar e terceiro eu não sei vocabulário de brincadeiras infantis. Acabei explicando um jogo que aprendi no CEFAC na aula de teatro, Gato e Rato. Uma brincadeira onde as pessoas fazem pares e fim com os braços dados. Existe um gato que persegue o rato e se ele entra em uma toca (o braço de alguém) o par oposto se liberta e vira o gato. Conseguimos segurar as crianças por mais dez minutos então fomos para o alongamento básico, na qual James liderou.

Terminado o alongamento separamos as turmas e fomos para os trampolins. Agora era a parte fácil, sete crianças para quatro tramps. Uma criança por tramp, de tempos em tempos falavam para eles mudarem de trampolim no sentido horário. Durante os saltos ia pedindo para eles fazerem coisas simples como afastado, carpado, grupado e etc.

Depois dos tramps veio a hora do Snack, ou melhor, hora do lanche. Trampolins novamente e depois Artes. As crianças fizeram uma espécie de geléia, aquela de brincar. Mo legal não sabia que dava pra fazer rsrs, e é mo fácil, 1 parte de água 1 parte de cola branca, um negocio chamado bórax, ai é só mexer que ta pronto. Finalizamos o dia com Double mini trampoline.

Hora do almoço para as crianças que iriam ficar o dia inteiro, no meu grupo apenas a Mirian. Para as outras crianças assim que os pais iam chegando nos as dispensávamos.

A tarde veio um novo grupo que era da categoria Krazy Katz. Eles eram:

  • David
  • Noah
  • Max
  • Maia
  • Mitchell
  • Haily (não sei como escreve)
  • Alex
  • Mathew – esse não apareceu.

Tudo novamente, aquecimento com brincadeiras e de novo outra roubada. Estava só olhando um jogo que não estava entendo muito bem, eles falavam alguma coisa e depois o nome de uma parte do corpo ou uma ação. As crianças tinham que tocar a parte do corpo dita, em algumas situações elas perdiam e sentavam. A roubado veio quando o James me anunciou para falar as coisa. Eu olhei para ele disse que não sabia, ele respondeu, fala apenas Symons says touch xxxxx isso era o que eles falavam. A brincadeira era se symon disse para tocar o nariz, todo mundo toca o nariz. Achei que a brincadeira era tentar enganar as crianças, falar uma coisa e fazer outra. Algo como falar tocar as orelhas mas tocar a cabeça por exemplo, mas acabei descobrindo que não era isso e sim que quando não falasse “Symon disse” e apenas “dar um pulo” por exemplo a criança estava fora. Ela tinha que fazer só o que fosse falado quando a frase fosse dita completa.

Durante a tarde havia mais um grupo os Monster Monkeys, que eram crianças mais velhas que ficaram sobre a supervisão de Yamila.

Durante a tarde a única diferença foi que não teve a parte de artes.

Depois do trampo que terminou as 16 horas, arrumamos tudo. Eu varri o local onde eles tomavam lanche e faziam a parte de artes. Bati um ranguinho rápido e me troquei, pois as quatro e meia começava meu treino.

O treino foi o de sempre, foco no rudy. O problema foi fazer Double mini, durante todas as aterrissagens no colchão meu joelho estava doendo então acabei não fazendo o treino inteiro

Volta para casa, publiquei o post da visita ao Si Baak. De jante teve macarrão com almôndegas. Fui dormi era umas onze e meia.

04.01.2010

Acordei na hora e cochilei por mais 10 minutos, logo sai da cama eram sete e meia. Levantei comi o café de sempre, coloquei macarrão da janta no tapawer, me arrumei e sai. Novamente na porta a Edna me entregou o almoço.

Sai com tempo tranqüilo e cheguei no Just Bounce as oito e meia. O grupo de hoje tanto de manha como a tarde eram os mesmos de ontem.

Aquecimento, alongamento, trampolim, Double mini e artes. Dia praticamente igual, conheci a Rebecca, outra técnica que ficou no escritório pois a Jacinda e o Stephen foram para a florida na casa da irma da Jacinda para comemorar a páscoa.

Depois do trampo vem o treino e quem deu o treino foi uma outra técnica chamada Canda, não sei se escrita está correta. Ela pediu para eu focar na minha rotina obrigatória, realizando apenas dois movimentos por vez. O treino de Double mini não consegui fazer direito por causa do joelho.

Voltei para casa cansado. De janta teve lingüiça apimentada com arroz, sobremesa sorvete de morango que na verdade é frozen yogurte.

Acho que é só, amanha dia de fazer nada lol.

Até amanha guys.