Archive for the ‘ Kung Fu ’ Category

Visita ao Si Baak

Ontem fui visitar Si Baak Nelson. Cheguei lá as 10 e meia, o horário do inicio da aula. Durante a aula fizemos a forma do Siu Nin Tao, praticamos Paak Sau com algumas variações que inclui usar Hin Sau no final do Paak, permanecer grudado aos socos e Paak Da.

Depois praticamos um pouco de Chi Sau até a hora do almoço. O pessoal saiu para comprar comida chinesa e todos comeram juntos no próprio Mo Gun.

Durante a aula Si Baak explicou um provérbio chinês que não lembro como é em chinês, mas fala assim: Aprender é como um barco que luta para vencer a correnteza. Isso quer dizer que o percurso é árduo e se não batalhar o suficiente a correnteza ira carregá-lo para longe.

Conheci o Chuck, acho que é o segundo aluno mais velho do Si Baak, ele inclusive é Si Fu. Ele conversou comigo sobre Biu Jee e me disse para focar bastante nas técnicas de Siu Nin Tao e Chun Kiu, pois o Biu Jee se usa em caso que não ha esperança de usar a dos outros níveis. Comentou também que ele acha que o Chun Kiu é o nível onde se deve passar mais tempo, já ele ensina como se locomover.

Si Baak também falou comigo sobre a base e locomoção, conteúdos de Siu Nin Tao e Chun Kiu. Me passou um exercício de andar com a base estruturada, que enfatiza a locomoção com a perna de traz, na qual gera maior impacto e força. Para comparar a forma de andar que implica em estar com os dois pés alinhados a 45 graus, ele fez analogia aos pés de uma cadeira que forma um quadrado. A nossa base deve ser igual, cada pé possui dois pontos de apoio o metatarso e o calcanhar, formando assim então quatro pontos de apoio. Quando em posição alinhada a 45 graus forma-se uma estrutura quadrada.

Bom acho que a visita se resume nisso. Agora vou para o treino de tramp.

Até guys.

Anúncios

Si Baak’s Day

Ontem cheguei tarde e precisava acordar cedo, por isso não publiquei o post. Amanha irei postar o dia de hoje e de amanha, já que trabalharei em ambos os dias.

Hoje acordei as 7e 20, ponto para mim =o]. Como não tinha o que fazer voltei a dormir.

Jack, me lembra de levar um potinho para você quando voltar. Em relação à toalha, não ela não estava em cima da cama, estava pendurada na maçaneta do armário. A mulher apenas colocou no cabide, mas pendurou na maçaneta do armário. Lol

Comi meia fatia de pão com geléia que estava em cima da mesa, mais tarde tomo café.

Tive um sonho estranho hoje rs. Sonhei que estava entrando no meu prédio ai no Brasil, a Lara tava comigo e eu encontrei um cara que tava me devendo uma grana. Se não me engano era o Diguinho, um cara gente boa que estudou comigo no santa amália. Eu fiquei provocando ele até ele vir me bater, ele tentou dar um soco mas eu entrei com o braço atrás da cabeça dele e bati ela na parede. (malvado eu né). Depois que ele levantou e foi embora apareceu uma mina que não sei quem era e por algum motivo ela quis bater em mim. Eu derrubei ela no chão e dei um gritão com ela e ela parou. Eu já sou difícil de lembrar dos meus sonhos e quando sonho sai essas coisa estranhas. O mais legal é que tava tão tranqüilo durante a porrada lol. Que bom que foi só um sonho =o].

A Edna fez uns rolinhos primaveras só que com carne dentro, eu e o Justin devoramos lol.

Trenei e estudei algumas coisas de Ving Tsun durante a tarde, também vi alguns vídeos do Muk Yan Jong.

Eu Justin conversamos bastante agora à tarde, ele está aqui a 8 meses e vai ficar até junhos. Ele faz facu de Biotecnologia, mais ainda não terminou. Ele pretende voltar para Coreia, terminar a facu e fazer um curso de mestrado. Falei dos meus planos para ele, trampolim circo e etc. Mostrei para ele a bola de contato e também fiz algumas mágicas. Ele ficou empolgado com a bola de contato que chamou a dona da casa para ver lol. A dona da casa falou que eu poderia fazer isso em festas infantis, que está cheio de gente que procura nas listas amarelas por esse tipo de serviço.

No momento está 6 graus sensação de 3 e vento a 13 km/h. São 17:40 mim. Essa semana promete já que na quarta pode ser que faça 20 graus UHU e na sexta uns 24. O verão chegando =o].

Nada o que fazer é fogo rsrs. Olhando alguns vídeos na net comecei a decorar a seqüência do Muk Yan Jong. Lol. Assisti vários vídeos e cada um faz de uma forma, alguns colocam movimentos a mais, outros fazem interceptações de ambos os braços e outro de um braço só. Estou fazendo só por curiosidade, é que acordei empolgado para ir ver Si Baak.

Da ultima vez que visitei-o, isso em 2008 eu fui em um sábado. A aula começava a as 10 horas, participei da aula e depois fomos almoçar em um restaurante tradicional chinês. Si Baak estava acompanhado de sua esposa, um casal de amigos e um todai (discípulo/aluno) antigo. Eles só falavam em chinês na mesa, de vez em quando ele falava algo em inglês comigo.

No restaurante era engraçado, mesas redondas com a parte circular no centro. Até ai normal, umas mulheres ficavam andando com uns carrinhos com vários potes redondos que pareciam serem feitos de bambu. Acho eu que elas ficavam falando o que elas tinham nos carrinhos, conforme ela passava pelas mesas alguém pedia algo, ela então colocava na mesa e marcava em uma comanda que ficava na mesa.

Depois do restaurante voltamos para o Mogun (local de treino) do Si Baak (tio mais velho kung fu) Nelson. O local é uma grande área dividida em três partes, a primeira tinha aula de Tai Chi, a segunda de Wushu e a terceira de Ving Tsun. O local é bem afastado da minha casa cerca de 1 hora e meia de condução. O bairro tem muitos chineses e ele ministra as aulas em uma congregação crista.

Da última vez tive problemas porque só tinha levado um tênis. Aqui no Canadá é comum tirar o tênis quando se entra em ambientes particulares fechados. Ele me fez lavar a sola do tênis para não sujar lá dentro. Hoje estou indo preparado um par de tênis novo que ainda não usei. Estou levando para ele um presente do meu Si Fu (pai kung fu), alem de hung bao (envelope vermelho que coloca dinheiro dentro) como agradecimento. Parece que irei fazer uma aula das 20h até as 21 e 30 e depois vamos jantar comida chinesa, eu adoro!

O dono da casa acabou de me chamar para ir comer. Nossa a comida estava boa em, carne com batata, arroz e harumaki! Bom são 18 horas até eu ir comer a comida chinesa deve ser umas 22 então acho que já vou estar com fome.

Vou no Si Baak usando a calça do Kung Fu e a camiseta vermelha comemorativa de 2009.

Mas é longe em rsrs. Para chegar até o MoGun do SiBaak tenho que pegar o metro, ônibus, metro, ônibus e ônibus. Uma hora e meia para chegar lá.

No treino fiz um pouco de Paak Sau, Paak Da e um exercício diferente, onde a pessoa socava 3 vezes, ou outro fazia 3 paak sau e depois continuava grudado no braço por 3 socos. Pelo que entendi o objetivo do exercício é conseguir estar em contato com o oponente. Outro exercício diferente que fiz foi Yat Chun Choi (soco) andando para frente e a outra pessoa faz 2 Paak Sal e 1 Paak Da andando para traz. Si Baak tem também um rampa para treinar Chi Sau, o objetivo é trabalhar as pernas, já que o plano é íngreme acaba exigindo mais das pernas. Ele também corrigiu meu Ichi Ken Riu Mah (base com as pés voltados para dentro), disse que se manter mais fechado terei maior estabilidade e equilíbrio.

No final fiz Chi São com algumas pessoas e depois fomo jantar em um restaurante chinês. A comida estava bem gostosa. Foram pedidos quatro pratos, uma espécie de sopa de arroz, arroz com lingüiça meio doce, macarrão bem fininho e um outro tipo de macarrão bem grosso com uma molho branco pastoso. Tudo muito gostoso. No restaurante estava eu Si Baak e três Si Hings (irmão mais velho kung fu), neste caso como Si Baak é Si Hing do meu Si Fu ele disse que poderia chamá-los Si Hing. Na verdade o termo mais velho é mais por respeito do que por tempo de pratica ou mesmo idade.

Tudo foi muito bom na visita ao Si Baak, combinei com ele que irei voltar mais vezes.

Cheguei em casa era meia noite e dez, arrumei tudo e fui logo deitar pois tinha que trabalhar no dia seguinte.

Até amanha com o post dois dias de trabalho.

Os.: Os termos em chinês podem variar na forma de escrita, pois como é escrito em Kanji a transliteração não é perfeita.